PREVENÇÃO

A prevenção da Doença do Coração Fraco acontece por meio da adoção de um estilo de vida saudável, com a prática regular de atividade física, alimentação balanceada e evitar práticas como: fumar, consumir bebidas alcóolicas e o estresse excessivo.   É preciso também adotar o hábito de visitar um cardiologista anualmente. Com essa regularidade, é possível avaliar a pressão arterial e identificar a presença de fatores de risco que possam desencadear o desenvolvimento da doença. Muitos acabam acreditando que a vida após o diagnóstico é extremamente restrita e sinônimo de dificuldades para realizar as tarefas do dia a dia, mas com disciplina, força de vontade, orientação por profissional adequada e seguimento do correto tratamento, é possível viver com mais qualidade.