A importância do check-up com o cardiologista nas doenças do coração e o acompanhamento com o clínico geral.

Estar sempre de olho na saúde é essencial. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, as doenças do coração são as que mais matam. Por isso, fazer um acompanhamento com clínico geral e cardiologista é de suma importância para manter o bem estar.

Além de manter hábitos saudáveis, como fazer academia, se alimentar bem e dormir adequadamente, fazer um check-up com o cardiologista com frequência é essencial, principalmente se você atingiu 30 anos. Manter um contato com o seu médico pode prevenir doenças e tratar problemas de saúde antes que elas se tornem graves.

No caso das doenças do coração, o médico mais indicado é o cardiologista. Com residência e especialização na área, o profissional poderá realizar uma consulta completa, avaliando sua história clínica, realizando um bom exame clínico e solicitando os exames necessários específicos de rotina e os específicos no seu caso.

Para entender com detalhes quais os exames devem ser feitos com frequência e como manter a saúde do seu coração em dia, leia a seguir.

Evite doenças cardíacas com check-up periódico e visita ao médico cardiologista

Como  um médico cardiologista pode ajudar você a ter mais saúde em seu dia a dia?

Visitar o cardiologista regularmente

Diferentemente do médico clínico geral, o cardiologista tem uma formação específica para tratar o coração. Para isso, ele passa por uma residência médica em cardiologia e deve ter título de especialista em cardiologiapós a faculdade de medicina, o que proporciona o conhecimento completo para tratamento na área.

O médico cardiologista é especializado em doenças cardiovasculares. Ele é o profissional indicado para acompanhar as doenças do coração ou as que trazem problemas ao coração ou as que trazem problemas ao coração como por exemplo a hipertensão arterial e o colesterol aumentado, indicar rotinas preventivas e receitar medicamentos para tratar doenças cardiovasculares além da doença do “coração fraco”, a insuficiência cardíaca.

Mas você deve estar se perguntando: por que visitar um cardiologista e fazer exames com frequência é tão importante?

Neste caso, a resposta é simples: você poderá prevenir doenças cardiovasculares e descobrir doenças em estágio inicial. Muitas doenças do coração podem ser detectadas no início, apenas analisando o estilo de vida do paciente.

Com exames de rotina, o médico pode diagnosticar precocemente problemas de saúde, tratando de forma adequada. Além disso, o profissional irá analisar o seu histórico familiar para prever possíveis problemas no coração e prevenir as doenças.

Como escolher um bom cardiologista?

Assim como profissionais de qualquer outra área, para escolher um bom cardiologista é necessário ter boas indicações. O médico precisa ter experiência e um bom currículo.

Além disso, tente buscar por um profissional que está sempre se atualizando e aprendendo mais, como aqueles que frequentam congressos de cardiologia. A medicina não é um conhecimento pronto, afinal, novas descobertas aconteces todos os dias.

Por fim, é preciso que você sinta confiança com o médico. Ao chegar à consulta, você deve se sentir acolhido e ser tratado com atenção e cuidado.

Importância do acompanhamento com clinico geral

Poucas pessoas sabem, mas ter um acompanhamento adequado com um clínico geral é de extrema importância. Este profissional tem conhecimento sobre a maioria das patologias do corpo humano e uma visão geral do organismo do paciente.

Desta forma, o mais indicado é que você tenha um clínico geral de sua confiança sempre acompanhando seu estado de saúde. Assim, ele poderá fazer o encaminhamento para bons profissionais em caso de necessidade.

Além disso, é por meio do clínico geral que você pode pedir exames de rotina, como os exames laboratoriais. Sendo assim, é sempre importante também, principalmente se você é mais novo, fazer uma avaliação anterior com o clínico geral.

Fatores de risco analisados pelo médico cardiologista

Listamos os principais fatores de risco quando o assunto são as doenças do coração. Acompanhe! ­­

Sedentarismo

Você sabia que o sedentarismo pode causar doenças cardíacas graves? Não movimentar o corpo com atividades físicas é um dos maiores problemas da atualidade. Realizar atividade física ao menos 3 a 5 vezes por semana ao menos 40 minutos por dia, pode fazer toda diferença na sua vida.

Com uma vida cheia de afazeres, a maioria das pessoas se esquece de cuidar do próprio corpo e de se movimentar mais. Esse é o segredo!

Tabagismo

Além de causar graves problemas ao pulmão, o ato de fumar pode ser um dos maiores causadores de problemas no coração.

A questão é que os componentes químicos presentes no cigarro afetam diretamente o endotélio, a parede que recobre os vasos sanguíneos protegendo-os. Com o uso constante do cigarro, os vasos ficam expostos a muito mais acúmulo de gordura.

Além disso, o cigarro pode aumentar a oxidação do colesterol, o que também é um risco alto para o coração. O ato de fumar é tão grave, que ele por si só já é considerado uma doença pela Organização Mundial de Saúde e deve imediatamente tratado para abandono deste grave vício.

Diabetes

Cerca de 7% de toda a população sofre com diabetes. Este número é fornecido pela Sociedade Brasileira de Diabetes. Porém, é interessante saber que a diabetes também pode ser um agravante das doenças cardíacas.

A diabetes é caracterizada pelo aumento de glicose no sangue, porque o organismo não consegue mais utilizar a o açúcar ingerido. Isso favorece colabora para o aparecimento de placas de gordura nos vasos sanguíneos, pode causar sérias doenças cardiovasculares. Por isso, o acompanhamento com o cardiologista é de extrema importância para a detecção e controle da diabetes.

Hipertensão

A hipertensão também é um problema muito comum entre os brasileiros. Este problema é causado pelo aumento da pressão do sangue bombeado pelo coração.

A pressão alta é uma questão de saúde grave, é chamado pelos cardiologistas uma assassina sileciosa, pois na maior parte das vezes não tem sintomas ou possuí sintomas discretos. A pressão alta quando não controlada, pode levar a dilatação do coração fraco, insuficiência cardíaca, pode levar ao infarto, AVC (o derrame) e vários problemas vasculares. Um médico clínico geral sempre verificará a sua pressão arterial durante uma consulta.

É muito importante salientar que medir a pressão pelo menos uma vez ao ano é obrigatório a todas as pessoas que querem se manter saudáveis — é claro que quem já tem hipertensão precisa fazer essa medição com frequência muito maior e realizar o controle com as orientações de seu médico.

Estresse

Com atividades intensas no dia a dia, uma vida corrida e cheia de afazeres, é comum que o estresse entre em jogo. O que poucas pessoas sabem é que este é um fator extremamente alto para o estresse no dia a dia. O fato de ter momentos de laser e/ou com a presença de amigos e familiares duas vezes por semana, já demonstrou que pode reduzir o risco de doenças do coração.

Obesidade

A obesidade, é considerada uma doença e necessita de tratamento, sua definição é quando se tem uma quantidade muito alta de gordura no corpo.  Seja por alimentação inadequada ou até mesmo por problemas hormonais, é necessário acompanhamento com um médico especializado, o cardiologista pode também ajudar neste controle.

O nível de gordura alto no organismo faz com que as paredes dos vasos sanguíneos acumulem placas de gordura, podendo causar infarto do miocárdio e AVC (acidente vascular cerebral).

Colesterol alto

O colesterol alto, é outra doença também chamada de assassino silencioso pelos cardiologistas, também é um dos fatores para doenças cardíacas extremamente prejudiciais. É extremamente importante seguir um acompanhamento adequado pelo médico cardiologista para que ele o oriente a manter o colesterol em níveis adequados, com mudanças na alimentação, realização de atividades físicas frequentes e, se preciso, uso de medicamentos.

Exames de rotina indicados

Ao visitar um cardiologista, existem alguns exames de rotina que podem ser indicados para o acompanhamento da saúde do seu coração. Entre eles estão:

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma é feito por meio de um aparelho ligado a eletrodos que são colocados no tórax do paciente, avaliando os batimentos cardíacos em repouso. Na maioria dos casos, arritmias (distúrbios dos batimentos cardíacos) são detectadas com facilidade por este exame.

Teste ergométrico ou de esforço

O teste ergométrico ou de esforço é feito por meio de uma esteira ou bicicleta ergométrica. O paciente deverá caminhar, correr ou pedalar por um tempo determinado. Se você é uma pessoa sedentária e teme fazer o exame devido ao grande esforço exigido, não se preocupe, o médico perceberá o seu limite enquanto você caminha pela esteira e não fará o exame como se você fosse um atleta.

Ao longo do teste, o médico irá avaliar os batimentos cardíacos por meio de eletrodos e verificando a pressão arterial. Este é um exame feito para avaliar o sistema cardiovascular funcionando em esforço.

Ecocardiograma

O ecocardiograma é outro exame solicitado pelo cardiologista quando é necessário fazer um check-up do coração.

Este é um procedimento que funciona como um ultrassom, só que do coração e de artérias próximas a ele. O médico irá registrar o tamanho do coração e suas partes, avaliar as válvulas e também a função do coração, fato que é muito importante para o diagnóstico e tratamento da doença do coração.

Este procedimento é muito importante e deve ser feito rotineiramente e quem determinará a frequência indicada para você é o seu médico cardiologista.

Radiografia de tórax

A radiografia de tórax também pode ser solicitada pelo seu médico para avaliar questões relacionadas ao coração e aos pulmões. Nela é possível se avaliar o tamanho do coração e também se existem alterações pulmonares que aparecem no RX, como acúmulo de líquido devido a doença do coração fraco.

Exames laboratoriais

Os exames laboratoriais são os exames de sangue, de urina e de fezes. Eles são extremamente importantes para detectar diversos problemas de saúde relacionados a doenças do coração ou a doenças que podem levar a problemas cardiácos.

Como prevenir doenças do coração?

  • Mantenha-se sempre hidratado;
  • Alimente-se de forma adequada;
  • Faça atividades físicas regularmente;
  • Evite fumar e tomar bebidas alcoólicas;
  • Tenha uma atividade relaxante;
  • Mantenha seu colesterol baixo:
  • Mantenha sua pressão arterial controlada
  • Não fume;
  • Controle o peso;
  • Durma bem.

Gostou de saber um pouco mais sobre a importância de fazer um acompanhamento com clínico geral e um check-up com um cardiologista para combater asenças do coração? Então não deixe de comentar o que achou do post e de compartilhá-lo em suas redes sociais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *